quarta-feira, 28 de julho de 2010

A Ultima Batalha dos 300 de Esparta

Enigmas

A Batalha das Termópilas ocorreu durante a guerra Greco-Pérsia,por volta de 480BC. Uma força de apenas 300 espartanos junto com o seu rei Leónidas,ficou sozinho contra um exército de três milhões de persas, para defender o seu país com probabilidades de um mil a um.
A invasão foi da Pérsia, liderada pelo rei tirânico, Xerxes, determinado a conquistar os gregos divididos em regiões e politicamente. A Grécia antiga não era o país que conhecemos hoje, mas dezenas de pequenas cidades-estado "ligadas por alguns,não oficiais,acordos". A maioria destas cidades-estado da Grécia central e do Sul reuniram-se em Corinto ao primeiro sinal da invasão persa para formar uma resposta. Foi decidido que o exército formado seria, sob o comando espartano. Os espartanos eram guerreiros altamente treinados,desde a sua infância,e a maioria das outras unidades gregas eram apenas,de cidadãos soldados amadores.

Enigmas

O rei espartano Leónidas liderou a guarda avançada do exército para o desfiladeiro de Termópilas, perto da Lamia de hoje, a principal passagem para a Grécia central.
Termópilas era visto como uma lugar de luta para ganhar tempo para a real mobilização.Um defensor podia segurá-la com relativamente poucos homens. O estreito vale era um gargalo estratégico que permitia apenas um pequeno número de homens entrarem em combate,a qualquer momento. Os gregos e os persas, chegaram ao campo de batalha sencivelmente ao mesmo tempo. O rei persa mandou seus espiões para a frente e descobriu exactamente como a pequena força grega era. Ele enviou um emissário para negociar a rendição. As condições oferecidas aos gregos elevaram a possibilidade de se retirarem sem serem molestados e voltar para suas casas em troca de deporem as armas.

Enigmas

A resposta do líder espartano foi gravado por Heródoto. A resposta foi simples: "Molon Lebe" traduzido para "Venham e Peguem-nos." Quando um soldado espartano foi informado de que o exército persa teria tantas flechas de fogo que apagaria o sol, ele observou: "Bom, então vamos lutar na sombra."
Quatro dias passaram,Xerxes esperou que os gregos saissem.Mas scouts persas relataram que os espartanos faziam exercícios,tomavam banho e lavavam os cabelos. Estas foram as tradições que a infantaria hoplita espartana realizou antes de ir para a batalha. Espantado com a sua teimosia, Xerxes ordenou um ataque na madrugada do dia cinco, 16 de setembro, 480BC.
Dias de combate na passagem das Termópilas mostraram os espartanos aparentemente imbatíveis. Mas o historiador Heródoto fala sobre a traição que finalmente os derrotou. Os espartanos na primeira batalha, puxaram as tropas persas para os campos estreitos matando num combate selvagem,pesadas baixas foram sustentados pelos persas como a disciplina dos espartanos mantiveram a linha de defesa. Ondas e ondas de soldados vestidos de couro Pérsico surge de frente, pisando os cadáveres dos seus companheiros mortos, apenas para morrer nas mãos dos espartanos blindados. Novamente e novamente os persas atacariam,apenas para serem esmagados ou para recuarem. Isso continuou por dois dias.
Foi só quando Ephialtes, um camponês local,deu a Xerxes informações de um caminho que percorria a posição grega e que poderia comprometer as suas linhas defensivas,que os persas ganhariam a sua ocasião.Enviando a maioria de seus aliados, Leónidas estava determinado a manter a posição já desesperada para continuar a adiar o avanço dos invasores o maior tempo possível. Os espartanos fizeram um estande final em 18 de Setembro, lutando num círculo voltado para fora com todos os inimigos ao redor. Na hora final, a luta foi, literalmente, mão na mão, com espadas espartanas ser quebradas após tantas batidas.Quando Leónidas foi morto,os persas ofereceram-se para levar o corpo do rei morto em troca da vida dos restantes espartanos, mas os seus homens recusaram-se a abandoná-lo e foram todos chacinados,por uma chuva de flechas de bem longe,pois os persas temiam tais guerreiros formidáveis. Seu corpo foi encontrado mais tarde pelos persas e crucificado.

Enigmas

Termópilas sempre foi saudado como uma vitória para os guerreiros gregos porque o exército persa,apeasr da supremacia de homens e de armas,era crucialmente atrasado. O tempo que os 300 espartanos,na sua distração,conseguiram,deu tempo suficiente para o resto do exército grego recuar para Sul da Grécia e formar a marinha grega.Hoje em dia,cerca de 2500 anos mais tarde, um simples monumento reside neste solo sagrado,onde está gravado;

"Estrangeiro, vá dizer aos Espartanos que aqui estamos enterrados,obediente às suas ordens."

Sem comentários:

Enviar um comentário