sexta-feira, 29 de novembro de 2013

A Tumba de Pashedu em Luxor...

Ele era um Artesão que morava em Deir el -Medina , na margem Oeste do Nilo ,oposta a Tebas, durante o Reinado de Seti I. Pashedu era Filho de Menna e Huy . Sabe-se que o seu pai, Menna , aparentemente trabalhou para o Templo de Amon , na margem Leste , e acredita-se que Pashedu provavelmente, teria sido o primeiro Membro da sua Família a trabalhar com a Comunidade de Deir el- Medina.Ele era provavelmente,um Pedreiro que ajudou a limpar a Passagem através das Falésias calcárias quando  os Túmulos foram construídos. Ele pode ter sido mais tarde promovido a Capataz. 
Duas equipes geralmente construíam os  Túmulos na margem Ocidental , constituída por um grupo de trabalho à esquerda e à direita ( Uma equipa trabalhava no lado esquerdo do Túmulo , enquanto a segunda equipa trabalhava no lado direito). 
A sua Esposa foi nomeada Nedjmet - Behdet .Os seus  Títulos incluíam "Servo no Lugar da Verdade" , o que significa que ele trabalhou na escavação e  na Decoração dos Túmulos Reais,proximos. 
O seu Túmulo é composto por uma Antecâmara e um pequeno corredor que leva a uma Câmara Mortuária. Apenas o corredor e Câmara Funerária são decorados .
Aqui está uma cena do túmulo representado Pashedu ajoelhado junto ao Trono de Osíris,Deus da Morte .

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Carl Sagan-Para Além das Estrelas...

Sem nunca ter deixado o Planeta,Carl Sagan percorreu o Universo em busca de Respostas para as perguntas Milenares;Quem somos?De onde viemos?Estamos sós?
Como Astrofísico,foi interveniente activo na maioria das Grandes Conquistas Espaciais dos Estados Unidos.Como Escritor e autor de Programas de Televisão,teve o merito de ajudar Milhões de Pessoas a perceberem como somos pequenos(e como podemos ser infinitamente grandes...),no Universo.
O primeiro Filho do Casal Rachel e Sam Sagan nasceu em Brooklin,Nova Iorque,em 1934.Cresceu entre esta Cidade e New Jersey,para onde os Pais se mudaram depois do Nascimento de Cari,a unica Irmã.Com uma Inteligência fora do comum,Carl Edward devorava Livros de Astronomia aos 7 Anos,quando a maior parte dos Colegas de Escola se esforçava para aprender a Ler.Os seus Desenhos de Rapaz eram Planos mais ou menos credíveis das Naves e Equipamentos com que pretendia Conquistar as Estrelas.
No inicio da Adolescência,Sagan já tinha concebido outro plano par Rentabilizar os seus (Futuros) conhecimentos;as “Sagan Productions”.
Votado como o “Cerebro da Turma”Sagan acabou por ver os seus Meritos reconhecidos com uma Bolsa de Estudos da Universidade de Chicago.

A Nova Estrela;


Sob a Tutela do Doutor Keipler,Carl Sagan Doutorou-se com distinção em Astronomia e Astrofísica,acabando por ficar na Universidade de Chicago,como Professor Assistente.Entretanto,casou-se com a Biologa Lynn Alexander,com quem teria 2 Filhos.
O seu talento e autoconfiança não passaram despercebidos.Com 27 anos,começou a ser presença habitual em programas de Ciência na Televisão.
Não demorou muito até que a NASA se interessasse pelos seus serviços.
Ao longo da década de 60,Carl Sagan desempenhou um papel fundamental na preparação e execução de quase todas as Missões da Agência Espacial Americana.Participou nos projectos das Sondas Mariner,Viking e Galileu,resolveu o Misterio das altas temperaturas de Venus(provocados por efeitos de estufa)e explicou as mudanças de Estação em Marte(causadas por Tempestades de poeira).Quando as Missões Apolo se prepararam para a Conquista da Lua,Sagan foi um dos responsaveis pela formação dos Astronautas.
O maior defeito,e provavelmete a maior virtude de Sagan,foi ter tido o ego e uma Ambição do tamanho das Estrelas.

Para Além do Mundo;

Em 1971,Sagan casou com a Artista Linda Salzman,e começou a dar Aulas na Universidade de Cornell.
Sagan acreditava profundamente na Existencia de Inteligencia Extraterrestre,e defendeu as suas Teorias em obras Famosas,como "Os Dragões do Eden" e" A Ligação Cosmica".
Sagan não resistiu em embarcar em trabalhos mais mediaticos do que Cientificos,como foi o caso do Disco com "Amostras da Cultura da Terra",que decidiu enviar para o Espaço.Curiosamente,foi neste projecto que conheceu Annie Druyan,por quem abandonou a 2ª Mulher,e com quem colaboraria naquele que seria o grande marco da sua Carreira;a Serie Televisiva"Cosmos",na PBS.
Filmado ao longo de 3 anos,em 40 locais de 12 Paises,o programa "Cosmos"abriu a janela do Universo a mais de 500 Milhões de Pessoas.
A versão escrita deste Programa continua a ser o Livro Cientifico mais vendido da Historia.
No Dia 20 de Dezembro de 1996,enfraquecido por Cancro,acabou por morrer de Pneumonia.De todas as distinções que recebeu em Vida e na Morte,houve uma que teria gostado;desde 1997,há um Asteroide no Espaço a que o Homem decidiu chamar "Sagan 2709".

sábado, 23 de novembro de 2013

Karnak,o Melhor de Todos os Lugares...

O complexo do Templo de Karnak compreende uma vasta mistura de Templos destroçados, Capelas, Torres e outros Edifícios.
O complexo começou  a ser Edificado no Reinado de Sesóstris I no Reino Médio e continuou no Período Ptolomaico, embora a maioria dos Edifícios datem do Novo Reino. A área em torno de Karnak era o  Antigo Egípcio " Ipet-isut"("O Melhor de Todos os Lugares") e principal local de Culto,da XVIII dinastia de Tebas ,da Triade com o Deus Amon-Rá como principal.
Faz parte da Monumental Cidade de Tebas.
O Templo de Karnak  tem este nome devido a uma aldeia vizinha chamada El-Karnak, mas no tempo dos grandes Faraós esta aldeia era conhecida como Ipet-sut ("O Melhor de Todos os Lugares").
Designa o templo principal destinado ao Deus Amon-Rá, como também tudo o que permanece do enorme complexo de Santuários e outros Edifícios, resultado de mais de dois mil anos de construções e acrescentos. Este complexo abrange uma área de 1,5 x 0,8 km. Existiam várias avenidas que faziam a ligação entre o Templo de Karnak, o Templo de Mut (Esposa de Amon) e o Templo de Luxor. Além disso, não muito longe, fica o templo de Montu, sendo que o de Khonsu (um dos Templos mais bem conservados do Egipto) está dentro do próprio complexo.
Foi iniciado por volta de 2200 a.C. e terminado por volta de 360 a.C. O Templo de Karnak era naquela altura o principal local de Culto aos Deuses de Tebas, entre os quais: Amon, Mut e Khonsu, atingiu o seu apogeu durante a XVIII Dinastia, após a eleição de Tebas para Capital do Egipto. No maior Templo do Egipto nenhum pormenor era descurado, e durante a XIX Dinastia trabalharam no Templo cerca de 80 000 pessoas. O Templo esteve submerso nas areias Egípcias durante mais de mil anos, antes dos trabalhos de escavação começarem em meados do século XVIII, a enorme tarefa de Restauro e conservação continua até aos nossos dias.
Até o fim da civilização egípcia, Karnak manteve-se como Centro Religioso do Império;o seu Deus (sob a forma solarizada de Amon-Ra) e os seus Sacerdotes adquirem um poder prodigioso, que chega a ameaçar a própria instituição Faraonica.
A construção mais importante do conjunto de Karnak é o grande Templo de Amon-Ra, cujo plano, muito complexo, testemunha numerosas vicissitudes da história dos Faraós. O grande eixo este-oeste é balizado por uma série de pátios e pilones; medindo 103m de largura por 52m de profundidade, a célebre sala hipostila encerra verdadeira floresta de 134 colossais colunas em forma de enormes papiros. 
Com 21m de altura e diâmetro de 4 m, essas colunas não dão, apesar de maciças, impressão de peso; os nomes de Seti I e Ramsés II aí se vêem inscritos, repetidos indefinidamente. Numerosos Edifícios secundários completam o grande Templo de Amon-Ra; Capelas de Osíris, Templo de Ptah, Templo de Opeth e muito mais... A parte S do complexo é chamada Luxor. Os anais de Tutmés III, nas paredes, registram 20 anos de Conquistas e arrolam as plantas e animais exóticos que o Faraó trouxe da Ásia. Esfinges de pedra, ao longo do eixo principal, parecem guardar as Ruínas, na fímbria do Deserto.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

O Palacio do Buçaco...

O Maravilhoso Palácio Real situa-se na Mata Nacional do Buçaco, Freguesia do Luso, Concelho da Mealhada, Distrito de Aveiro, em Portugal.
Considerado como o último Legado dos Reis de Portugal constitui-se num conjunto Arquitectónico, botânico e paisagístico único na Europa, onde está instalado actualmente o Palace Hotel do Bussaco, categorizado como um dos mais belos e históricos hotéis do Mundo.
Embora eu discorde do uso do Patrimonio Nacional em beneficio unico total ou parcial,para fins monetarios,infelizmente,para a maioria dos nossos Monumentos é a sua Salvação pois o Dono cuida dele para que fique sempre belo e sem problemas,já que o nosso Governo,não se preocupa com isso e deixa os lugares Historicos de Portugal,cair aos poucos,apenas cuidando de alguns mais conhecidos e que atraem mais Turistas,principamente na Capital...!!!
Retomando ao assunto;O Edifício foi projectado no último quartel do século XIX pelo arquiteto italiano Luigi Manini, cenógrafo do Teatro Nacional de São Carlos. Contou ainda com intervenções, em diferentes fases, dos arquitectos Nicola Bigaglia, Manuel Joaquim Norte Júnior e José Alexandre Soares.
O edifício do actual Hotel, em estilo Neomanuelino, está decorado com painéis de azulejos, frescos e quadros alusivos à Epopeia dos Descobrimentos Portugueses, todos eles assinados por alguns dos grandes mestres das Artes.
Tal como acontece com outros projecto de Manini, o Palácio exibe uma série de elementos Arquitectónicos destinados a evocar a Portugalidade e o Simbolismo em torno do Império.
Neste caso,são visíveis perfis da Torre de Belém, motivos do Mosteiro do Jerónimos e arabescos do Convento de Cristo de Tomar que, para além da sua forte carga simbólica, têm como função contrastar a austera personalidade Monacal que envolve o conjunto do complexo.
No seu interior destacam-se notáveis obras de Arte de grandes Mestres ortugueses da época, desde a colecção de painéis de azulejos do Mestre Jorge Colaço, evocando Os Lusíadas, os Autos de Gil Vicente e a Guerra Peninsular, graciosas esculturas de António Gonçalves e de Costa Mota, telas de João Vaz ilustrando Versos da Epopeia Marítima de Luís Vaz de Camões, frescos de António Ramalho e pinturas de Carlos Reis. O mobiliário inclui peças Portuguesas, Indo-Portuguesas e Chinesas, realçadas por faustosas Tapeçarias. Destaque ainda para o tecto Mourisco, o notável soalho executado com madeiras exóticas e a Galeria Real.
Os Jardins e parque envolvente, o Convento de Santa Cruz do Buçaco, o Deserto Monacal, o Sacromonte simbolizando Jerusalém e a Paixão de Cristo, com os seus passos da Via Sacra, a Cruz Alta, as inúmeras Ermidas e Capelas, constituem o mais vasto conjunto Arquitectónico Edificado pela Ordem dos Carmelitas Descalços; o Vale dos Fetos e seus Lagos, a Fonte Fria com a cascata artificial, de forte influência italiana pela mão de Maria Pia, e os Miradouros Românticos, são outras atrações.
Complementarmente, o Museu Militar do Buçaco convida a uma incursão no Historial da Guerra Peninsular, com destaque para a batalha do Buçaco na qual, em 1810, as Tropas Anglo-Lusas lideradas pelo Duque de Wellington derrotaram o Exército Napoleónico.